quarta-feira, 13 de maio de 2020

Cama elástica/Pula-Pula, brinquedo aparentemente inofensivo

Cama Elástica Grande Pula Pula Trampolim 3,05 Reforçado - R$ 1.098 ...
   

A cama elástica ou pula-pula é um brinquedo bastante comum em festas, espaços infantis e até mesmo em casa. Brinquedo aparentemente inofensivo com a função de pura diversão, mas nem sempre é isso que acontece.
Resolvi falar sobre isso, porque há alguns dias eu tive a "brilhante" ideia de alugar uma cama elástica para deixar uma semana em casa, para divertir meus filhos, nesse período de férias sem poder sair de casa. Bem, aluguei e depois de umas 3 ou 4 horas dela montada na sala da minha casa, já acabou a brincadeira, de um jeito desagradável. Meu filho de 10 anos se machucou. Caiu de mal jeito e saiu do brinquedo com muita dor no pescoço. Se acomodou deitado no sofá e não conseguia mais mexer o pescoço direito de tanta dor, não conseguia nem sentar. Fiz uma consulta médica on line. Conforme orientado, fiz compressa fria, passei uma pomada e dei dipirona. Esperamos mais duas horas e não resolveu, então acabamos o levando ao hospital 10 de julho em Pindamonhangaba. Foi muito bem atendido e avaliado lá. No final das contas, graças a Deus, não foi nada grave, seguiu tomando um anti inflamatório, um relaxante muscular, fazendo compressa fria e usando aquele colar cervical. Depois de uns 4 dias já estava normal! Mas confesso que fiquei bem preocupada no dia, e percebi que acidentes em cama elástica é mais comum do que eu pensava, podendo ter consequências graves!
Vi relatos de médicos que recebem vários casos de pessoas que se machucaram com a cama elástica. Pode gerar contusões, lesões nos ligamentos, fraturas, uma série de traumas...inclusive morte. Descobri também que a cama elástica nem é considerada como brinquedo pela ABRINQ (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedo)!
Bom diante do ocorrido com meu filho e do que pesquisei, não pretendo deixar mais meus filhos usar a cama elástica, mas para quem gosta, por favor redobre a atenção!!!
Certifique-se do estado do equipamento, se está com a tela de proteção firme, sem partes abertas, se as partes de ferro estão devidamente protegidas, se as molas estão cobertas, se não há nada enferrujado. O ideal seria entrar apenas uma pessoa por vez, descalça, sem ficar fazendo "graça" ou pulando com manobras. Também vi alerta sobre uso excessivo, que pode causar problemas na coluna. Não encontrei a referência sobre esse tempo, mas fica a dica! Ah e também sempre sob supervisão!


Nenhum comentário:

Postar um comentário